Publicação

O Parque das Neblinas, reserva de 6 mil hectares gerida pelo Instituto Ecofuturo [1], organização mantida pela Suzano Papel e Celulose [2], está localizado nos municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga, no alto da Serra do Mar. A área, que foi desmatada pela indústria siderúrgica nas décadas de 40 e 50, encontra-se em regeneração e é protegida por iniciativas socioambientais desenvolvidas pelo Instituto.

 

Uma das ações para ampliar a vivência e educação ambiental é a abertura da reserva à visitação. O Parque oferece uma experiência em meio à natureza com diversas atividades, incluindo trilhas autoguiadas ou acompanhadas por monitores locais, canoagem no rio Itatinga, trilha de bicicleta e camping. Além disso, a gastronomia contempla receitas com frutos nativos, como o cambuci, preparadas por uma empresa da comunidade local.

 

Com mais de uma década de atuação, o Ecofuturo promove ações na reserva para conservação da Mata Atlântica e utiliza o local como um grande "laboratório" para testar modelos e estratégias de restauração. Entre elas, está a dispersão de 7 milhões de sementes da palmeira-juçara, espécie ameaçada pela extração ilegal do palmito, mas muito importante para a biodiversidade, pois contribui para alimentar a fauna em época de escassez de alimento na floresta.

 

O Instituto atua também no incentivo a pesquisas científicas - mais de

50 estudos já foram realizados e 1.250 espécies identificadas -, e para a disseminação do conhecimento, envolvendo a comunidade do entorno em oficinas de manejo e no Meu Ambiente, programa de Educação Socioambiental. Por esses motivos, o Parque é reconhecido, desde 2006, como Posto Avançado da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, pelo Programa Homem e Biosfera da UNESCO.

 

Além disso, a área abriga uma Reserva Particular no Patrimônio Natural, oficialmente reconhecida em 2009. Com 518 hectares, a RPPN Ecofuturo está localizada em uma zona de alto valor para a conservação, onde a vegetação nativa encontra-se bem preservada.

Desta forma, a Suzano e o Ecofuturo oferecem formal contribuição ao Sistema Estadual de Unidades de Conservação, em especial no contexto da Mata Atlântica da Serra do Mar.

 

Os projetos realizados pelo Instituto vão ao encontro dos valores que compõe o Dia Nacional da Mata Atlântica, celebrado em 27 de maio, uma data que tem como objetivo principal conscientizar a população, autoridades e organizações para a importância de se recuperar e conservar esse bioma, um dos mais ricos em biodiversidade, porém também um dos mais ameaçados do mundo.

 

"O Parque das Neblinas cumpre um importante papel na conservação dos recursos naturais da Serra do Mar paulista, contribuindo para a proteção do maior contínuo de Mata Atlântica do Brasil, além de conservar mais de 400 nascentes do rio Itatinga. Acreditamos na importância de apoiar pesquisas, na disseminação do conhecimento e em estreitarmos o vínculo entre as pessoas e a natureza, como estratégias para promover o cuidado com o meio e práticas sustentáveis", afirma Paulo Groke, diretor de Sustentabilidade do Instituto Ecofuturo.

 

Para visitas ao Parque é necessário agendamento prévio, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, nos tels. 11 4724-0555 ou 4724-0556.

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

Nosso Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009